Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019, 00:23

Notícia:

Em visita a MT, ministro do Meio Ambiente diz que parte das queimadas é feita de forma intencional

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de janeiro até o dia 20 de agosto foram registrados quase 14 mil focos de calor em Mato Grosso.
Em visita a MT, ministro do Meio Ambiente diz que parte das queimadas é feita de forma intencional Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ao lado do governador de MT, Mauro Mendes. — Foto: Ianara Garcia/TVCA

Durante visita à Mato Grosso, nesta quarta-feira (21), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, declarou que parte do fogo no estado é provocado de forma intencional.

"O que nós verificamos, em todos os focos que vemos são alguns locais que foram fogo intencional, e alguns locais com fogo incidental. Aqui na cidade claramente no perímetro urbano fogo colocado proposital", disse.

Ricardo Salles esteve nas cidades de Sinop e Sorriso, respectivamente a 503 km e 420 km de Cuiabá. Também esteve no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana da capital. Em todas as ocasiões, ele falou sobre queimadas e incêndios florestais.

A visita começou nos municípios da região Norte do estado, onde está sendo realizada a Operação 'Abafa Amazônia'.

Ricardo Salles sobrevoou, de helicóptero, a região dos municípios de Sinop e Sorriso e depois a região do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

Segundo o ministro, não há cortes na destinação final de recursos de combate a incêndios.

"Tanto que nós estamos com o mesmo número de brigadistas, atuando da mesma forma. São quatro aeronaves trabalhando para apagar o fogo em Chapada dos Guimarães. Agora, é um clima que está mais seco, mais quente, com mais vento e isso propicia uma propagação maior do fogo”, afirmou.

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de janeiro até o dia 20 de agosto foram registrados quase 14 mil focos de calor em Mato Grosso.

O Corpo de Bombeiros do Mato Grosso afirmou que precisa de mais apoio e vê com preocupação o bloqueio do Fundo Amazônia que, até este ano, investiu R$ 12 milhões em estrutura para combate ao fogo no estado.

Os governadores do Norte assinaram carta no último domingo (18) manifestando preocupação com o fundo, que perdeu o apoio da Alemanha e da Noruega. A nota foi divulgada pelo governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), presidente do Consócio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

 

Fonte: G1 MT e Tv Centro América

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}