Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 00:07

Notícia:

Jovem é preso suspeito de matar candidato a Mister em Mato Grosso

Vítima disputava concursos de beleza em Rondonópolis e no estado. Suspeito estava com a prisão decretada e foi preso ao ser flagrado com droga e arma em Cuiabá.
Jovem é preso suspeito de matar candidato a Mister em Mato Grosso Willian Santos de Oliveira foi assassinado em dezembro de 2017 — Foto: Facebook/Reprodução

Um jovem foi preso nessa sexta-feira (12) suspeito de matar Willian Santos de Oliveira, de 24 anos, em dezembro de 2017 em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Júnior de Oliveira Ribeiro, conhecido como Juninho Block, de 20 anos, foi preso em Cuiabá ao ser flagrado com drogas.

Willian foi candidato a Mister Rondonópolis e a Mister Mato Grosso entre 2016 e 2017.

Segundo a Polícia Civil, ele estava com a prisão decretada pela Justiça de Mato Grosso, apontado como suspeito da morte de Willian. À época do crime a principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Rondonópolis era de motivação passional.

Júnior foi preso por policiais da Delegacia Epecializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Ele foi flagrado com porções de maconha, ecstasy, munições de calibre 380 e uma pistola 380.

De acordo com a Polícia Civil, ao ser abordado ele apresentou um nome falso.

O crime

William disputava concursos de beleza em Rondonópolis e no estado. O homicídio ocorreu 3 de dezembro de 2017 no Bairro Jardim Paraíso. William estava na frente da casa dele quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram dele.

O rapaz que estava na garupa fez disparos contra o jovem. William foi encontrado caído na área da casa. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas os médicos constaram a morte do rapaz.

Fonte: G1 MT

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}